Mogi das Cruzes está localizada em um ponto estratégico, com acesso fácil pelas rodovias Ayrton Senna/Carvalho Pinto e Presidente Dutra, que estão entre as mais importantes do país. Além disso, é uma referência para o Alto Tietê e São Paulo, isto porque a cidade faz parte do Cinturão Verde do Estado de São Paulo, porque se preocupa bastante com tópicos como sustentabilidade, qualidade de vida para a sua população e é claro, empreendedorismo. 

Neste conteúdo, trouxemos um pouco sobre o desenvolvimento econômico da cidade, os investimentos, o foco em empreendedorismo e inovação e os principais locais frequentados pelo público com perfil de negócios.

Desenvolvimento Econômico

Desde que a cidade foi elevada a vila, em 1° de setembro de 1611, já contava com uma estrada até São Paulo que servia como rota para o transporte de pessoas, suprimentos e riquezas. Contribuindo para o seu crescimento e mantendo o ritmo de desenvolvimento. Com o passar do tempo, Mogi se tornou uma cidade próspera, atraindo investidores e empreendedores de todos os locais. Isso a fez estar na lista das 100 melhores cidades do Brasil para investir em negócios.

Um dos pontos que a torna importante é a sua localização, sua proximidade com São Paulo (50 km), Porto de Santos (100 km) e o Aeroporto de Guarulhos (30 km). Além disso, conta com 4 estações da CPTM: Estudantes, Mogi das Cruzes, Braz Cubas e Jundiapeba. Logo, por conta da localização estratégica e os incentivos, o município tem chamado a atenção de empresas nacionais e internacionais que estão em busca de oportunidades.

Outro detalhe importante é que a cidade faz parte do Cinturão Verde de São Paulo, o que significa que está dentro de uma área de preservação, um lugar que emana qualidade de vida e é bastante conhecida pela produção de frutas e hortaliças. A cidade é responsável por quase 40% do abastecimento do Estado em Hortifrutis.

Abriga desde pequenas a grandes empresas responsáveis pela geração de empregos no município. O comércio e a indústria de Mogi das Cruzes contribuem para o seu desenvolvimento econômico. Possui indústrias ocupando os distritos de Taboão, Cezar de Souza, Cocuera e Braz Cubas, então são 18,5 milhões de m².

Inovação e Empreendedorismo em Mogi

Mogi investe no empreendedorismo, atraindo novos investimentos e também contribuindo para o crescimento das empresas que já existem no município, por meio de consultorias e acompanhamento. De acordo com a Prefeitura, o apoio ao empreendedor é essencial para a economia. Conta com algumas iniciativas como a Sala do Empreendedor, Linhas de Crédito para atividades formais ou informais e o Mogi Conecta, que une empresas e pessoas que procuram vagas de emprego.

No campo da inovação Mogi possui um espaço de conexão, aprendizado e criação de novas empresas, este espaço é conhecido como Polo Digital. Então, se você é um empreendedor com startup ou possui apenas uma ideia de negócio, poderá ir até o espaço para receber orientação. O local conta ainda com Café, Coworking, Incubadora e espaço para eventos (Arena). 

Para fortalecer ainda mais a cultura empreendedora no município foi criada a Escola de Empreendedorismo e Inovação (EEI), inaugurada em 2018, com o intuito de qualificar empreendedores de inovação e da indústria 4.0, em especial o público jovem. Possui ainda cursos e workshops para os mogianos.

Para mais informações sobre todas essas iniciativas acesse o site da Prefeitura do Município.

Gostou de conhecer mais sobre Mogi das Cruzes. Então, planeje sua próxima viagem para conhecer essa incrível cidade. O Hotel Marbor conta com uma infraestrutura ideal para viajantes de negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *