A cidade de Mogi das Cruzes está localizada no interior de São Paulo, no Alto Tietê, a aproximadamente 50 km da capital paulista. Rica em história e belezas naturais, Mogi é uma cidade encantadora e bem acessível. Mesmo não sendo uma capital, ela tem um charme semelhante, com toda a hospitalidade de uma cidade histórica do interior.

História de Mogi das Cruzes – SP

Mogi das Cruzes ou Mogi, como também é conhecida, é um município cheio de história e cultura. Ao andar por suas ruas, você verá locais que são um registro vivo da história que começou em 1560, antes mesmo da criação do povoado.

No período dos desbravamentos dos bandeirantes, muitos paravam às margens do Rio Anhembi (atualmente chamado de Tietê) para descansar. Um deles era Braz Cubas, um importante bandeirante que contribuiu para sua formação e foi o primeiro a procurar por ouro nessa localidade. 

Em 1601, o bandeirante Gaspar Vaz criou uma estrada que fazia a ligação de São Paulo à região, que foi crescendo. Assim, paulistanos foram se instalando na região e rapidamente se transformou em povoado e depois em Villa de Sant’Anna de Mogi Mirim no dia 1° de setembro de 1611 (data oficial). A palavra Mogi veio da alteração de Boigy (que vem de M’Boigy e quer dizer “Rio das Cobras” – nome dado pelos indígenas a uma parte do rio Tietê). 

Era costume dos portugueses colocarem o nome do padroeiro à vila, por isso, ganhou o nome Sant’Anna. Já o Mirim (pequeno), acredita-se que esteja relacionado ao riacho Mogi Mirim. A versão mais aceita para o nome “Cruzes” tem origem na cultura popular, onde os moradores tinham o hábito de sinalizar com cruz para indicar os limites da vila.

Um dos marcos históricos foi a visita do príncipe regente D. Pedro, ele permaneceu no Convento do Carmo e depois retornou a São Paulo com um documento de apoio dos mogianos à independência do Brasil. A chegada de pessoas, riquezas e suprimentos contribuíram para o desenvolvimento da vila que se tornou uma cidade em 13 de março de 1865. Mogi é acolhedora, japoneses e pessoas de outras partes do Brasil e do mundo vêm para o município em busca de oportunidades.

Como chegar?

Mogi das Cruzes é uma cidade bem acessível. Você pode chegar de carro, ônibus ou trem. Se está em outros estados brasileiros, basta vir de avião ou ônibus. Do Terminal Rodoviário do Tietê partem vários ônibus diretamente para Mogi. Os aeroportos mais próximos de Mogi das Cruzes são Guarulhos (GRU), São José dos Campos (SJK) e Congonhas (CGH). De carro, é possível dirigir pelas principais rodovias do Estado de São Paulo, são elas:

  • Rodovia Ayrton Senna (SP-70), por onde passa por um trevo que faz a ligação com a Mogi-Dutra (SP-88);
  • Rodovia Presidente Dutra (BR-166) que pode ser acessada tanto por quem vem de São Paulo e Vale do Paraíba, quanto do Rio de Janeiro;
  • Rodovia Rio-Santos (SP-55), cujo acesso é realizado pela Rodovia Mogi-Bertioga (SP-98). 

Mas um dos passeios mais interessantes é de trem. A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) é a responsável por operar os trens da Linha 11, a Estação de Mogi está localizada na Praça Sacadura Cabral, no centro. Ainda conta com mais 3 estações (Jundiapeba, Braz Cubas e Estudante).

Chegando em Mogi, não faltam atrações para visitar. O Hotel Marbor, na charmosa Vila Helio, tem uma estrutura adequada para quem viaja para descansar, a lazer ou a negócios. Planeje seus dias na cidade em grande estilo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *